AERO Magazine

Águia versus Tigre

Mais de US$ 30 bilhões em jogo na guerra comercial entre Estados Unidos e China

Empresas aéreas chinesas aguardam negociações para formalizar pedido bilionário com a Boeing

Por Edmundo Ubiratan | Fotos: Divulgação em 9 de Junho de 2019 às 12:00

Boeing negocia mais de US$ 30 bilhões em contrato com a China

As recentes disputas comerciais entre os Estados Unidos e a China podem impactar negativamente em US$ 30 bilhões as vendas da Boeing no país asiático. As empresas aéreas chinesas estudam adquirir até cem aviões das famílias 777X e 787, mas aguardam definição da disputa entre os dois governos para poder avançar nas negociações.

Ainda que não exista muitas opções para os chineses, visto que mesmo aeronaves da Airbus contam com amplo uso de sistemas e tecnologias norte-americanas, o vultuoso contrato com a Boeing deverá ser usado como forma de pressionar a Casa Branca na próxima rodada de negociações.

LEIA TAMBÉM

Air China, China Eastern Airlines, China Southern Airlines, Hainan Airlines e Shanghai Airlines, são importantes clientes da Boeing na China.

Recentemente a China e a Rússia formalizaram um acordo para desenvolvimento de uma aeronave de dois corredores, similar em capacidade e alcance com os Boeing 787-8, o que poderá em um futuro próximo ser utilizado como nova forma de pressão comercial contra os Estados Unidos e mesmo Europa.

ASSINE AERO MAGAZINE COM DESCONTO


Notícias China Air China China Eastern Airlines China Southern Airlines Hainan Airlines Shanghai Airlines Boeing Airbus 777 787


Boletim AERO Magazine

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas