Voo quase espacial

Avião de espionagem famoso durante a Guerra Fria pousa no Brasil

Empregado pela NASA, o Lockheed U-2 realiza uma escala técnica no aeroporto do Recife


Um avião Lockheed U-2 pousou na manhã desta terça-feira no Aeroporto Internacional dos Guararapes, no Recife. O modelo é empregado pela NASA, a agencia espacial norte-americana, em pesquisas suborbitais. O ER-2, como é designado, fica baseado em Palmdale, na Califórnia. O U-2, cujo nome não tem nada a ver com a banda pop irlandesa, ficou famoso como avião espião durante a Guerra Fria. 

Embora seja dedicados a missões de pesquisa, o ER-2 é similar a seu irmão militar, exigindo um complexo esquema para sua operação em solo. Por ter seu trem de pouso montado apenas na estreita fuselagem, e outras características operacionais singulares, o U-2 exige ser escoltado por um carro superesportivo durante seu pouso. Nos EUA, ele costuma ser acompanhado por um Corvette. Além disso, na decolagem, as rodas montadas nas asas são soltas logo após a aeronave deixar o solo.

Atualmente, o U-2 é a aeronave tripulada com maior teto operacional, voando acima dos 80.000 pés, obrigando o piloto a utilizar um traje espacial para suportar o ambiente de voo. Embora a NASA não tenha confirmado o motivo da escala técnica, a previsão é que o ER-2 decole de Recife entre quarta (24) e quinta (25).

Da redação

Publicado em 23 de Agosto de 2016 às 16:00


Notícias NASA U-2 Lockheed