Menos perdas, mais liquidez

Latam fecha segundo trimestre com prejuízo de US$ 357 milhões

Apesar do resultado, liquidez do grupo passou dos US$ 2 bilhões


Boeing 777 da Latam

Grupo passa por recuperação judicial nos Estados Unidos desde julho de 2020

A Latam Airlines divulgou os resultados financeiros do segundo trimestre de 2021, reportando prejuízo de US$ 357 milhões (R$ 1,86 bilhão), menos da metade do registrado no mesmo período em 2020.

As receitas totais atingiram US$ 888,7 milhões (R$ 4,62 bilhões), bem abaixo dos US$ 2,3 bilhões (R$ 12 bilhões) auferidos em 2019, antes da pandemia de coronavírus. O grupo justifica a queda da arrecadação principalmente pela forte queda da receita com passageiros. Este resultado só não foi pior, devido ao bom desempenho com cargas, que tiveram alta de 37,5% entre abril e junho.

A Latam fechou o período com US$ 2,3 bilhões (R$ 12 bilhões) de liquidez, resultado da soma do dinheiro em espécie e equivalentes disponíveis em caixa, com a quantia não retirada de parte do financiamento DIP, aprovado em setembro de 2020.

Para o futuro, dos compromissos anteriores de frota com a Boeing, as encomendas de quatro aeronaves B787 e um B777F foram terminadas sem taxas e a companhia receberá dois Boeing 787 Dreamliner até o primeiro trimestre de 2022. No caso da Airbus, houve o cancelamento de duas entregas do A350, conforme a decisão de aposentar sua frota deste modelo. O pedido de compra para entregas até 2028 totaliza 70 aeronaves da família A320neo.

  • Receba as notícias de AERO diretamente das nossas redes sociais clicando aqui

 

Marcel Cardoso

Publicado em 10 de Agosto de 2021 às 16:55


Notícias noticias noticias de aviação Latam Resultados Trimestre Chile Estados Unidos Brasil