Principal evento de aviação de negócios da América Latina

Labace mudará de data por pandemia do covid-19

Restrições de circulação em todo o mundo forçam mudança no calendário oficial


As incertezas geradas pelo surto global do COVID-19 levaram a organização da Labace, o principal evento da aviação de negócios na América Latina, a suspender a data inicial da edição de 2020.

Previsto para acontecer em agosto, a feira terá sua data postergada, que de acordo com a Associação Brasileira de Aviação Geral (ABAG), organizadora do encontro, será anunciado após a normalização da situação. Os dois eventos regionais programados para Goiânia e na região Nordeste (em cidade a definir) também estão sendo reagendados.

LEIA TAMBÉM

Abaixo a íntegra do comunicado da ABAG.

Neste momento de crise gerada pela pandemia do COVID-19, não diferentemente de outras associações, estamos reestruturando todas as atividades previamente planejadas pela ABAG.

A LABACE, que tradicionalmente ocorre na segunda semana de agosto do ano, poderá ter sua data remanejada. Neste momento, a ideia é que a mesma ocorra ainda dentro de 2020, em data posterior à tradicional, a ser avisada com antecedência. Os dois eventos regionais que estávamos programando - um em Goiânia no primeiro semestre, e outro no Nordeste (em cidade a definir) no segundo semestre - estão sendo repensados para acontecer em datas posteriores, a serem oportunamente informadas.

Todos os nossos demais projetos nas áreas de assessoria técnica regulatória, advocacy, comunicação, relações públicas etc., estão mantidos.

Na verdade, o time da ABAG aumentou significativamente seu ritmo de trabalho para dar conta das demandas geradas pela atual situação, e os resultados que estamos obtendo comprovam isso:

·         Ação junto à ANAC para postergação de validade de certificados de habilitação e demais licenças de profissionais: já conseguimos sucesso! ;

·         Ação junto ao DECEA para postergação da cobrança de tarifas de navegação: já conseguimos sucesso! ;

·         Ações junto ao Governo Federal para obter redução ou postergação de pagamento de impostos e taxas aeroportuárias, além de linhas de crédito específicas para o setor: ações em andamento com conquistas já alcançadas (vide próxima nota);

·         Ações junto aos Governos Estaduais, INFRAERO e administradores aeroportuários privados para o diferimento dos aluguéis de concessões de áreas e tarifas aeroportuárias: ação em andamento com conquistas já alcançadas ;

·         Ações pontuais junto a autoridades estaduais e municipais relativas à viabilização do funcionamento e do acesso à infraestrutura aeroportuária: ações em andamento com conquistas já alcançadas;

·         Pedido de reconhecimento governamental da essencialidade dos serviços prestados pela Aviação Geral e seus desdobramentos: ação em andamento com perspectivas positivas ;

·         Ações junto à Prefeitura de São Paulo para liberação de helipontos de hospitais e localidades essenciais que se encontram em processo de aprovação e renovação de seus alvarás de funcionamento:   ação em andamento com conquistas já alcançadas;

·        Diversas ações de comunicação junto a nossos associados e a comunidade de aviação geral para orientação técnica – vide Publicação de e-book da NBAA pela ABAG ;

·         Obtenção da flexibilização regulatória para o transporte de cargas por empresas de táxi aéreo sem autorização prévia da ANAC: ação conquistada com a atuação do corpo técnico da ABAG junto à SPO/ANAC ;

·         Desenvolvimento de alternativas para que as empresas de táxi aéreo possam efetuar o transporte aéreo de passageiros e cargas nas localidades onde a linha aérea regular deixou de atuar: apoio/lançamento de uma plataforma tecnológica para conectar passageiros e empresas de taxi aéreo em nível nacional (informaremos os detalhes desta novidade em breve!)

Portanto, o papel da ABAG neste momento de crise adquiriu relevância ainda maior como protagonistas de nosso segmento. Principalmente como ferramenta de ligação e de consulta junto às autoridades governamentais das três esferas de governo, sendo que ainda pretendemos criar muitas outras iniciativas de amparo às empresas da aviação geral para superar os problemas gerados pela pandemia.

Estamos à disposição para receber sugestões e demandas nesse sentido, e aproveitamos a oportunidade para divulgar nosso novo serviço de atendimento às necessidades ou dificuldades da comunidade da aviação geral, especialmente nos temas em que possamos trabalhar ações governamentais para enfrentar a grave crise por que passamos.

Finalmente, e não menos importante, gostaríamos de agradecer especialmente o apoio financeiro de nossos associados para que a ABAG possa continuar nos trabalhos de apoio à sobrevivência de nosso segmento no país.

Contamos com todos para superarmos essa crise sem precedentes.

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 31 de Março de 2020 às 16:30


Notícias notícia de aviação aeronave avião labace ABAG aviação de negócios covid-19 coronavirus