Negócios ilícitos

Jato é apreendido em pista clandestina com 1.700 pacotes de cocaína

Hakwer 125 foi encontrado pelo exército da Guatemala após quadrilha ser monitorada pelo sistema de inteligência do país


Avião foi encontrado abandonado pelo exército da Guatemala após troca de tiros com narcotraficantes | Imagens: Exército da Guatemala

As forças de segurança da Guatemala apreenderam um jato de negócios Hawker HS.125-400 que pousou em uma pista clandestina no interior do país. Após uma troca de tiros com narcotraficantes, a aeronave foi encontrada abandonada, próximo a uma picape que transportava mais de 1.700 pacotes de cocaína.

As forças do exército guatemalteco encontraram, no final de janeiro, a pista ilegal após a força aérea reportar que um avião havia violado seu espaço aéreo e não respondia as indagações de rotina. Ao monitorarem o trajeto os militares confirmaram o local do pouso, nas proximidades da cidade de San Andrés, no departamento de El Petén.

Aeronave clonada

A aeronave ostenta o registro N818LD, contudo, a matrícula pertence a outro HS-125-700A, que está em operação normal nos Estados Unidos. É a segunda vez que as autoridades constatam o uso do registro falso N818LD, que também foi aplicado a outro HS-125-700, encontrado na Venezuela em 7 de março de 2018 e também usado para o tráfico de drogas.

LEIA TAMBÉM

[Colocar Alt]

Bancos e parte do acabamento foi retirado para reduzir o peso e permitir maior volume para transporte de pacotes de drogas

A região é amplamente utilizada pelo tráfico internacional de drogas por sua proximidade com a fronteira mexicana, um dos principais entrepostos do crime organizado. A Guatemala tem sido usada como rota por diversos carteis mexicanos, onde a cocaína proveniente da América do Sul chega por via aérea e posteriormente é descarregada para ser levada ao México por via terrestre.

Após a apreensão da droga os militares providenciaram a retirada da aeronave da pista clandestina, que deverá ser destruída. A decolagem foi filmada por agentes do governo da Guatemala e mostram a decolagem pouco segura do avião em uma pista de terra e irregular, visto que o Hawker 125 é um jato de negócios preparado para operar em pistas pavimentadas.

O uso de aeronaves a jato pelo tráfico internacional tem aumentado nos últimos anos. A polícia da Guatemala acredita que o uso deste tipo de avião tem se popularizado entre os cartéis por oferecer maior capacidade e velocidade, assim como despertar menos atenção das autoridades. Recentemente um Gulfstream foi encontrado destruído após um pouso malsucedido em um descampado em Belize. Na ocasião a aeronave foi encontrada vazia, sem sinais de drogas ou armas.

O Hawker 125 deverá ser leiloado pelas autoridades da Guatemala ou destruído caso não haja interesse de nenhum comprador

 ASSINE AERO MAGAZINE COM ATÉ 76% DE DESCONTO

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 7 de Fevereiro de 2020 às 00:00


Notícias notícia de aviação aeronave avião jatinho jato de negócios aviação de negócios Hawker 125 HS.124 Guatemala tráfico de drogas