Alerta na família A320neo

Insetos podem causar acidentes em aeronaves que estavam estocadas

Airbus alerta para inspeção nos sistemas de pitot estático dos A320neo que podem estar bloqueados


Airbus A320 em estocagem no bournemouth airport

Autoridades e a Airbus alertam para risco de insetos terem construído ninhos em sistema pitot estático

A Airbus está alertando todos os operadores da família A320neo para que verifiquem com maior atenção o sistema de pitot estático dos aviões que estão retornando ao serviço após longos períodos de estocagem.

A Agência Europeia de Segurança da Aviação (Easa, em inglês) disse que o problema é causado pelo bloqueio de dois ou três tubos de pitot, muitas vezes por ninhos de insetos ou sujeira acumulada. Ainda que as aeronaves tenham ficado protegidas ao longo dos últimos meses, não é possível garantir a completa vedação do sistema.

Caso decole com um dos tubos de pitot bloqueado o sistema vai receber dados incorretos, gerando informações erradas para os pilotos, com consequente perda de parâmetros reais de velocidade e redução do controle.

A agência negou que esta situação tenha acontecido em voos comerciais, mas destacou maior preocupação com aviões que estão saindo de longos períodos de estocagem, já que foram detectados incidentes envolvendo bloqueios do sistema estático.

Tanto a Airbus quanto a Easa já publicaram diretivas de segurança, solicitando às companhias aéreas que verifiquem tais detalhes nestas aeronaves e façam revisões de procedimentos e de equipamentos nas documentações, antes de recolocá-las em operação.

Durante a operação a atenção deverá ser durante a checagem da velocidade durante a corrida na pista, permitindo abortar com segurança o voo caso algum dado apresente incompatibilidade.

  • Receba as notícias de AERO diretamente das nossas redes sociais clicando aqui

Marcel Cardoso

Publicado em 24 de Junho de 2021 às 11:25


Notícias noticias noticias de aviação avião Airbus A320neo British Airways EASA pitot