Dividindo espaço com Migs

Índia deverá receber novo caça no dia 8 de outubro

Cerimônia oficial de entrega do Rafale ocorrerá na França, mas força aérea indiana só terá os primeiros aviões em abril de 2020


Índia encomendou 36 caças Rafale e poderá ampliar contrato para mais de 120 aviões

A Índia deverá receber seu primeiro caça Rafale no dia 8 de outubro. A expectativa que é que o avião seja apresentado nas instalações da Dassault, em Bordeaux-Mérignac, na França. O avião só deverá chegar a Índia em meados de abril de 2020.

A força aérea indiana (IAF) encomendou 36 unidades do Rafale, em um contrato avaliado em US$ 8,71 bilhões. Os primeiros aviões deverão ser entregues até o primeiro semestre do próximo ano, quando formarão o primeiro lote destinado a Índia. A previsão é que estas aeronaves realizem um translado até a Estação da Força Aérea de Ambala (AFS) para indução ao esquadrão 17 ‘Golden Arrow‘ da IAF.

A entrega está ligeiramente atrasada, já que a previsão inicial era realizar a cerimonia na França no último dia 20 de setembro, mas uma mudança no cronograma postergou a agenda para outubro.

A Índia poderá ainda ampliar o acordo com o Rafale, adquirindo mais de 100 unidades adicional do caça. O modelo foi vencedor do conturbado programa indiano Medium Multi-Role Combat Aircraft (MMRCA), que previa a compra de um novo caça multimissão médio, tendo como concorrentes o Saab Gripen NG, Eurofighter Typhoon, F-16IN Super Viper, F/A-18E/F, Super Hornet e MiG-35 Fulcrum-F. Após uma série de disputas internacionais a Dassault venceu uma série de contratos seguidos com o Rafale, que foi escolhido pelo Egito, Catar e Índia.

Edmundo Ubiratan | Imagem: Divulgação

Publicado em 30 de Setembro de 2019 às 17:00


Notícias notícias de aviação avião Dassault Rafale IAF força aérea Índia Egito Catar França caça F-16 F/A-18 MiG Gripen Saab