Boas notícias

Gulfstream apresentou resultados positivos ao longo de 2020

Fabricante manteve desempenho próximo ao registrado um ano antes, mesmo diante dos desafios da pandemia


G500 se tornou o carro chefe de vendas da Gulfstream em 2020

A Gulfstream encerrou 2020 com 127 aviões entregues, total considerado positivo para o segmento, ainda que represente uma queda de 15,7% no volume no comparativo com o ano anterior.

Do total de entregas no ano passado, 105 foram para modelos de cabine larga e capacidade de longo alcance, enquanto os modelos médios foram 22 aviões. O maior fluxo de entregas ocorreu justamente no quarto trimestre de 2020, quando foram entregues 34 jatos de cabine grande e seis de médio porte, ante um número ligeiramente maior em 2019, que registrou 35 aviões grandes e nove jatos de cabine média.

As recitas devem manter a estabilidade projetada, com aproximadamente US$ 8,07 bilhões, resultado inferior aos US$ 9,8 bilhões de 2019. Parte do crescimento, mesmo diante dos efeitos da pandemia, ocorreram graças as receitas mais elevadas do setor de serviços, incluindo na Jet Aviation, que faz parte do mesmo grupo.

Parte da redução das entregas de 2020, apenas dez jatos a menos em relação ao ano anterior, ocorreu pela pandemia e pelo fim da produção do G550, que cedeu lugar aos jatos mais modernos da família, como o G500 e G600. Porém, com a falta de novos negócios para os dois jatos recentes, o volume de negócios ficou ligeiramente abaixo dos números de 2019.

Atualmente o G500 é o modelo mais vendido da linha Gulfstream, seguido de perto pelo atual flagship G650, que manteve o desempenho de vendas mesmo com o lançamento do irmão maior, de maior capacidade e alcance, G700.

Durante uma videoconferência para anuncio dos resultados, Phebe Novakovic, presidente e CEO da General Dynamics, conglomerado controlador da Gulfstream, citou que as vendas no último trimestre do ano passado foram melhores que do mesmo período de 2019, com um book-to-bill de 0,96: 1 no quarto trimestre e 0,88: 1 para o ano inteiro.

A carteira de pedidos no final de 2020 foi de aproximadamente US$ 11,63 bilhões, queda em comparação aos US$ 13,349 bilhões de um ano antes.

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 28 de Janeiro de 2021 às 17:30


Notícias notícias de aviação aeronave avião aviação Gulfstream G700 G650 G500 G550 aviação de negócios jatinho G280