Guerra ao vírus

GRU Airport realiza desinfecção dos terminais do aeroporto

Procedimento segue novas normas internacionais de combate a epidemia do coronavírus


A GRU Airport, concessionária que administra o Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, iniciou uma complexa atividade de desinfecção de áreas comuns do complexo aeroportuário.

A ação que tem como objetivo conter o avanço do COVID-19 contemplará todos os Terminais do aeroporto (1, 2 e 3), com previsão de término em 4 de abril, podendo esse prazo ser estendido em atendimento às medidas de contenção da doença.

LEIA TAMBÉM

O procedimento é realizado através da nebulização de produtos germicidas específicos que conseguem eliminar vírus, fungos, bactérias e ácaros, sempre realizado das 22h às 4h. A aplicação inclui o saguão dos Terminais, incluindo corredores, balcões, escadas fixas, elevadores, piso, sanitários e todas as superfícies passíveis de contato. Durante o procedimento a passagem se torna restrita, por meio de faixas de sinalização, e somente são liberadas ao fluxo de pessoas após 1 hora da aplicação.

A concessionária afirma que o Terminal 1, a desinfecção foi realizada na madrugada desta quinta-feira (26). A GRU Airport ressalta que segue todas as recomendações da Anvisa e coopera com os órgãos federais e companhias aéreas a partir de medidas que visam à prevenção e ao combate ao COVID-19.

A GRU Airport já havia alterado os procedimentos de embarque e desembarque internacionais, concentrando os voos no Terminal 3. Além disso, a empresa tem mantido a análise constante dos procedimentos de higienização, em atenção às exigências da vigilância sanitária, incluindo aumento da frequência de limpeza nas áreas comuns do aeroporto; Reforço no abastecimento de papel higiênico e papel toalha, sabonete, álcool gel e a disponibilização de lixeiras dedicadas ao descarte de materiais infectantes, como máscara e luvas; Instalação de 72 novos dispensers de álcool gel em pontos com maior movimentação de passageiros; e divulgação de QR Code com recomendações da Anvisa para combate ao COVID-19 nos ônibus que circulam entre os terminais do aeroporto.

A concessionária ainda adotou um protocolo de remoção de passageiros e funcionários com suspeita da doença para hospitais referenciados, quando necessário. O procedimento inclui ainda o envio periódico de comunicados aos funcionários e comunidade aeroportuária (empresas terceiras prestadoras de serviços no aeroporto e lojistas) com informações sobre a doença, dicas de educação preventiva, incentivo ao uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), conforme recomendações da Anvisa.

Outra medida importante foi a implantação de adesivos no piso, a fim de orientar a manutenção da distância de 2 metros entre as pessoas nos locais de inspeção para embarque (raio-X) e imigração.

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 27 de Março de 2020 às 17:00


Notícias notícia de aviação aeronave avião GRU Airport Aeroporto Guarulhos Cumbica aviação covid-19 coronavirus