Guerra ao vírus

GRU Airport passa a disponibilizar infraestrutura para realização do teste para covid-19

Aeroporto é o primeiro aeroporto do país a contar com laboratório para fazer o exame RT-PCR


Testes para covid-19 podem ser realizados no Terminal 3 do aeroporto internacional de São Paulo, em Guarulhos

Receba as notícias de AERO diretamente no TelegramWhatsApp e Instagram

O aeroporto internacional de São Paulo, em Guarulhos, se tornou o primeiro do país a contar com infraestrutura para realização do teste para covid-19. De acordo com a GRU Airport, administradora do terminal, um laboratório instalado no saguão de embarque do Terminal 3, oferecerá teste RT-PCR e entregará o resultado em até 4 horas

A opção pelo Terminal 3 ocorreu após o complexo concentrar durante a pandemia todas as operações internacionais. A iniciativa, inédita em aeroportos no país, é fruto da parceria entre a GRU Airport o Laboratório CR Diagnósticos, rede autorizada pelo Instituto Adolfo Lutz, que será responsável pela infraestrutura e tecnologia para coleta, análise, diagnóstico da doença e emissão de resultado, que será conhecido em até 4 horas.

O exame RT-PCR é certificado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e consiste de um teste molecular que detecta o vírus através da análise de uma amostra de secreção nasal e da orofaringe, coletadas por meio de um swab.

A adoção do procedimento no próprio aeroporto permite o passageiro viajar com a documentação de saúde obrigatória. Alguns países, como Portugal e França, exigem que os passageiros apresentem este tipo de teste para permitir a entrada em seus territórios.

"A iniciativa é mais uma facilidade e alternativa que o GRU Airport disponibiliza aos seus passageiros, principalmente, aos que têm destinos internacionais. O teste RT-PCR é, atualmente, exigido para entrada em diversos países e, agora, sem que seja necessário sair do aeroporto, o solicitante terá o resultado emitido em poucas horas", destaca Gustavo Figueiredo, presidente da GRU Airport.

Em nota a concessionária esclarece que o passageiro que necessita apresentar este documento para viajar, ou até mesmo para quem deseja realizar o teste de forma rápida, o posto avançado de atendimento foi estruturado em uma área de 36m², e conta com quatro guichês para cadastro e oito cabines para coleta, que acontecerá em cerca de cinco minutos.

Equipamentos de última geração, instalados no laboratório estruturado a poucos metros do posto, farão a análise do material e indicarão o resultado. O diagnóstico será validado por um médico responsável pela análise clínica.

"O exame vai permitir uma retomada gradual e com segurança das pessoas. A nossa equipe, que conta com o bioquímico, Dr. Carlos Santos, especialista em análises moleculares há mais de 30 anos, desenvolveu um protocolo baseado nas publicações do Centro Americano de Controle e Prevenção de Doenças, possibilitando trazer maior comodidade e agilidade para a realização da RT-PCR. Outro ponto fundamental é o laudo que sai em até 4 horas, representando um fato inédito e de grande orgulho para o laboratório", finaliza Dr. Rene Pimenta, fundador do Grupo CR Diagnósticos.

O laboratório terá funcionamento 24 horas, todos os dias, podendo realizar mais de 90 exames por hora e contará com uma equipe de mais de 40 profissionais, divididos em turnos.

Qualquer pessoa que tenha a necessidade de realizar a RT-PCR pode se dirigir ao local com documento de identificação com foto (RG, CNH ou passaporte) em mãos e solicitar o exame que tem um custo de R$ 350.

Em até 4 horas o passageiro receberá um alerta por SMS, podendo visualizar o resultado pelo próprio celular ou receber a versão impressa do laudo, em dois idiomas, português e inglês, em um dos guichês do posto avançado de atendimento.

  • Receba as notícias de AERO diretamente no Telegram clicando aqui

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 17 de Setembro de 2020 às 15:00


Notícias notícia de aviação aeronave avião aeroporto GRU Airport aeroporto de Guarulhos covid-19 coronavirus RT-PCR