Aeroporto da Colméia

EUA inauguram seu mais novo terminal de passageiros

Terminal A do aeroporto de Salt Lake City é o mais avançado do país e consumiu 10 anos de trabalho


Terminal A do aeroporto de Salt Lake City teve arquitetura inspirada nas monstanha de Utah

Receba as notícias de AERO diretamente no TelegramWhatsApp e Instagram

Desde a última terça-feira (15), os Estados Unidos contam com mais um terminal de passageiros, inaugurado em Salt Lake City, em Utah. O chamado Terminal A está entre os mais modernos do mundo, substituindo instalações inaugurada há 50 anos.

A modernização do aeroporto de Salt Lake City é um importante passo para os Estados Unidos, que conta com instalações aeroportuárias antiquadas e distante dos modernos aeroportos asiáticos e do Oriente-Médio. O presidente Donald Trump tem sido um crítico do estado atual dos aeroportos do país. Além disso, a inauguração do Terminal A é particularmente importante para a Delta Air Lines, o maior operador do aeroporto e um dos contribuintes financeiros do projeto.

O novo aeroporto de Salt Lake City inclui serviços convenientes projetados para aprimorar todo o processo de viagem. De um sistema de manuseio de bagagem mais eficiente, que acomoda malas de todos os tamanhos e formatos, para que os esquis não precisem ser deixados em um balcão especial, a um estacionamento com recursos de última geração, que conta com um aplicativo para lembrar os passageiros onde eles pararam o carro.

No dia 15 o voo 2020 da Delta partiu para Atlanta para o Terminal A, marcando a primeira operação da companhia aérea no novo complexo, que contou com uma década de colaboração para o planejamento, desenvolvimento e construção.

Terminal A está entre os mais modernos do mundo, além de ser o mais novo dos Estados Unidos

“Quero parabenizar a liderança de Salt Lake City por sua visão e parceria para criar esta nova e icônica experiência de viagem aérea”, disse o CEO da Delta, Ed Bastian.

O recém-inaugurado aeroporto também ostenta o maior e mais novo Delta Sky Club, que ocupa uma área de 2.600 m². Com um visual único, inspirado nos cânions e na paisagem da região, o Club oferece aos passageiros uma vista e 360 graus da Cordilheira Wasatch a partir do Sky Deck.

“Este dia levou anos para ser construído”, disse Bill Wyatt, diretor executivo do Departamento de Aeroportos de Salt Lake City. “Dizer que estamos animados por estar aqui hoje é um eufemismo. Após seis anos de construção e muitos outros de planejamento, temos o orgulho de inaugurar o primeiro novo hub dos Estados Unidos no século 21”.

Como um hub de médio porte conectado a destinos globais, o aeroporto internacional de Salt Lake City continuará sendo uma parte importante da estratégia de rede geral da Delta enquanto a empresa se recupera da pandemia. Além disso, em nota a empresa afirmou que seu envolvimento na conclusão do projeto, juntamente com a extensão de seu atual contrato de leasing até 2034, é uma prova da relação entre a companhia, o estado de Utah e o aeroporto.

“Nos últimos 60 anos, a Delta manteve-se uma parceira firme e estratégica do aeroporto internacional de Salt Lake City e hoje estamos reunidos para celebrar a inauguração desse local de padrão elevado para os viajantes que chegam ou partem por esta grande região, o qual foi construído conjuntamente”, disse Scott Santoro, vice-presidente de vendas da Delta para a Costa Oeste.

A Delta está investindo mais de US$ 12 bilhões (R$ 62,9 bilhões) em projetos de modernização e aeroportos que a companhia opera, incluindo novas instalações no aeroporto Internacional de Los Angeles e no Aeroporto LaGuardia, em Nova York, além do trabalho em Salt Lake City.

As equipes da Delta tiveram ainda um papel importante desde o primeiro dia de contribuição para o novo terminal, que abre dentro do prazo e do orçamento planejados.

  • Receba as notícias de AERO diretamente no Telegram clicando aqui

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 17 de Setembro de 2020 às 15:00


Notícias notícia de aviação aeronave avião Delta Air Lines aeroporto Salt Lake City Utah Termina A Estados Unidos Oriente-Médio