Opção mais próxima será Ipatinga

Governador Valadares vai perder voos comerciais em dezembro

Azul fez exigências para voltar a operar no local


Aeroporto de Governador Valadares

Foto: Leonardo Morais/Prefeitura de Governador Valadares

O aeroporto de Governador Valadares (GVR), no leste de Minas Gerais, não contará com voos comerciais a partir de dezembro, por conta do avanço das obras de modernização do local, que começaram em outubro de 2020 e tem previsão de conclusão para o primeiro trimestre de 2022.

As intervenções incluem a construção de um novo terminal de passageiros, um novo pátio de aeronaves, edificações acessórias e a instalação de novos equipamentos de auxílio à navegação aérea, além do recapeamento da pista. Os investimentos são de quase R$ 36 milhões.

A Azul Linhas Aéreas, que atualmente oferta 12 voos semanais para Belo Horizonte (CNF), condicionou o retorno das operações à implementação de dois específicos instrumentos: o IFR-IMC, que permite a operação mesmo em condições meteorológicas adversas, e o Papi, um sistema de aparelhos de iluminação que provê auxílio visual da cabeceira da pista.

Procurada pelo AERO Magazine, a Prefeitura de Governador Valadares, responsável pela administração do aeroporto, não se manifestou sobre o posicionamento da companhia aérea.

  • Receba as notícias de AERO diretamente das nossas redes sociais clicando aqui

 

Marcel Cardoso

Publicado em 25 de Setembro de 2021 às 10:00


Notícias noticias noticias de aviação Aeroporto Valadares Azul Obras Exigências Instrumentos