Aviação comercial

FAA propõe multa pesada à Delta

Penalidades de quase US$ 1 mi são por falta de manutenção em duas aeronaves


A FAA (agência de aviação norte-americana) propôs esta semana duas penalidades civis contra a Delta Airlines no valor de US$ 987,500.00 por operar duas aeronaves que não estavam em conformidade com os regulamentos da agência. No primeiro caso, a FAA alega que a Delta não consertou um chip no interior do nariz de um Boeing 737-800. Um inspetor da agência realizou uma inspeção antes de um voo e constatou o defeito. O problema foi relatado em 25 de fevereiro de 2010, mas a companhia utilizou a aeronave em 20 voos, até 1º de março, quando fez a manutenção. A multa para esse caso é de US$ 687,500.00. A outra penalidade, no valor de US$ 300,000.00, foi proposta por conta da utilização de um Airbus A320 em 884 voos, entre 25 de maio de 2010 e 3 de janeiro de 2011, que tinha uma luz de advertência na cabine de comando com defeito - o prazo para o conserto era de 10 dias. A Delta tem 30 dias para recorrer da decisão da FAA.
Da Redação

Publicado em 13 de Julho de 2012 às 08:42


Notícias

Artigo publicado nesta revista

Titulo

AERO Magazine 217 · Junho/2012 · Titulo