Obstáculo no céu

Drone atrapalha pouso de avião no Canadá

Turbo-hélice da Porter Airlines precisou fazer manobra arriscada para evitar acidente


No Canadá, os pilotos de um turbo-hélice da Porter Airlines com 54 passageiros tiveram de executar uma manobra arriscada, mergulhando de uma altitude de apenas 3.000 m para evitar a colisão com “o que parecia ser um drone”, a leste de Toronto. Somente os dois tripulantes de cabine que preparavam a aeronave para o pouso sofreram ferimentos leves, mas também já receberam alta do hospital.

O Conselho de Segurança do Canadá iniciou investigações, pois ainda falta a identificação inequívoca de que tipo de objeto provocou a manobra e qual a perda exata de altitude da aeronave, comandada pelos pilotos. Mesmo com todos os recursos para a reconstituição do incidente (gravadores, testemunhos etc), os investigadores ainda arriscaram afirmar: ”Talvez nunca vamos saber o que realmente aconteceu”.

Ernesto Klotzel

Publicado em 16 de Novembro de 2016 às 13:41


Notícias Porter Airlines Dash 8