Só com vacina

Companhia aérea vai proibir embarque de passageiros não vacinados

Medida será adotada nos voos internacionais da Qantas


Boeing 737 da Qantas

A Qantas está com os voos internacionais suspensos desde o início da pandemia do coronavírus

O CEO da australiana Qantas, Alan Joyce, afirmou que a companhia somente irá aceitar passageiros vacinados contra a covid-19 nos voos internacionais, assim que forem retomados. 

A declaração foi feita durante uma conferência de negócios e publicada pelo portal Traveller. A medida vale a partir de 15 de novembro, mas como as fronteiras da Austrália somente serão reabertas quando 80% da população receber a(s) dose(s), esta data pode sofrer alterações. 

Segundo Joyce, os primeiros países que poderão receber novos voos são os Estados Unidos, Reino Unido e Canadá, onde as taxas de vacinação estão em níveis elevados.

A declaração foi feita cinco dias antes da Qantas sofrer um revés nesta expectativa. Na segunda-feira (13), uma comissão estatal vetou a joint-venture entre a companhia e a Japan Airlines, que buscaria uma coordenação única de voos entre a Austrália e o Japão. Segundo o parecer final, o acordo levaria a uma redução da concorrência, em detrimento dos passageiros de ambos os países.

  • Receba as notícias de AERO diretamente das nossas redes sociais clicando aqui

 

Marcel Cardoso

Publicado em 13 de Setembro de 2021 às 12:30


Notícias noticias noticias de aviação Qantas Austrália Vacina Covid Passageiros Internacional Voos