Cargueiro de Esparta

Cargueiro italiano recebe melhorias e quer ampliar acesso ao mercado global

Nova geração do C-27J Spartan recebeu winglets, novas a aviônica e sistemas de missão avançados


Leonardo C-27J Spartan NG

Campanha de ensaios em voo se aproxima do final e primeiras entregas devem ocorrer já em 2021

O novo cargueiro tático leve C-27J Next Generation iniciou a fase final de ensaios, com previsão de ser entregue em meados de 2021. A nova versão conta com novo sistema aviônico e avançados dispositivos aerodinâmicos para aprimorar ainda mais a performance da aeronave.

De acordo com a Leonardo, a nova configuração permitiu incrementar a performance e a confiabilidade do C-27J Spartan, ampliando a versatilidade e flexibilidade da aeronave, que oferece capacidade militar, ou mesmo em missões de proteção civil.

"O aprimoramento do C-27J eleva o nível das incomparáveis qualidades e capacidades do Spartan. Seus operadores se beneficiarão do moderno sistema aviônico da aeronave, e do aumento de performance e eficiência", afirma Marco Zoff, diretor da divisão de aeronaves da Leonardo.

O C-27J recebeu ainda refinamentos aerodinâmicos com novos winglets, para maior eficiência operacional e melhor desempenho, que ainda permitiram aumento de performance em todas as fases de voo.

A nova suíte de aviônica do C-27J Next Generation foi projetado para atender aos requisitos do Next Generation Air Traffic Control incluindo FANS 1/A + datalink, e Modo 5 IFF/ADS-B out e VNAV tático e Busca e Resgate. O que permite o avião voar sem restrições no espaço aéreo de diversos países que já adotaram o no protocolo. Além disso, o sistema inclui TCAS 7.1, TAWS de vídeo aprimorado, e a aeronave é homologada para aproximação ILS Cat II. As melhorias também trouxeram a instalação de novos displays, um radar meteorológico aprimorado, novo pacote de navegação por rádio e comunicação via satélite. A aeronave pode ser equipada com um conjunto de subsistemas de ajuda defensiva, comunicações seguras e proteção balística para operar em ambientes de alta ameaça

A nova configuração de linha de base também é oferecida como um retrofit para os operadores das versões em serviço do C-17J. O modelo pode opera a partir das pistas de pouso não-preparadas, com capacidade de decolagens e pousos curtos (STOL) em condições ambientais extremas, que foi aprimorada pelos winglets, enquanto a Unidade de Potência Auxiliar (APU) fornece uma fonte de energia independente, que pode reiniciar os motores em voo, ou tornar a aeronave autônoma durante as missões de implantação em aeródromos improvisados. A

A Leonardo mantém a disponibilidade de uma série de pacotes complementares ao C-17J, incluindo sistemas de missão roll-on/roll-off, que permitem rapidamente reconfigurar a aeronaves para cumprir com uma gama de tarefas, incluindo transporte tático, patrulha marítima, até mesmo incorporando tarefas ASW ou C3ISR.

Como aeronave de transporte tático o C-27J oferece capacidade de transporte de tropas, carga, paraquedistas e carga aérea, Medevac/Casevac, VIP, mas também pode realizar operações de assistência humanitária, socorro em desastres e combate a incêndio.

  • Se inscreva no canal da AERO Magazine no YouTube clicando aqui

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 11 de Novembro de 2020 às 14:30


Notícias notícias de aviação aeronave avião Leonardo C-27 C-27J Spartan Esparta winglet cargueiro avião tático