Problema pode ser sanado com tampa nos copos

Café pode ter desligado do motor do Airbus A350

Derramamento da bebida quente no console central causou falha no funcionamento do sistema de gerenciamento dos motores


O derramamento de um copo de café pode ter sido responsável pelo desligamento inadvertido do motor de dois voos com o Airbus A350 XWB. O caso mais recente ocorreu no dia 21 de janeiro, quando um voo da Delta Air Lines, com destino a Seul, na Coreia do Sul, teve o motor direito ‘cortado’ de forma inesperada.

De acordo com investigação conduzida pela Airbus e a Rolls-Royce, está última a fabricante dos motores, constatou que quinze minutos antes da falha no motor havia sido derramado café no console central do avião, atingindo principalmente o painel de controle das funções de partida e monitoramento dos motores.

LEIA TAMBÉM

Console central, em destaque em vermelho área onde líquidos foram derramados. Em destaque controle das funções de partida dos motores

De acordo a revista inglesa Flight Global, a análise do gravador de voo mostrou que o controle eletrônico do motor havia comandado o fechamento de uma válvula de corte de alta pressão, após receber dados inconsistente do sistema. Após a tentativas frustradas de reiniciar o motor, a tripulação optou por desviar e pousar no Alasca, onde os passageiros foram acomodados em outro voo até que o avião fosse reparado.

Outro caso ocorreu em novembro de 2019, em uma empresa não revelada, quando o motor também foi desligado inadvertidamente, uma hora e meia após chá cair sobre o console central.

A Airbus investiga os efeitos do derramamento ode líquidos sobre o console central, e como o problema gerou uma falha não prevista em projeto. Nos dois incidentes, ambas aeronaves passaram pela troca de componentes e restauração dos sistemas, incluindo o painel de controle integrado e o controle eletrônico do motor.

Um boletim divulgado pelo Departamento de Investigação de Acidentes Aéreos do Reino Unido (AAIB) afirma que “o derramamento de café no console central levou a falha dos ACP 1 e 2 (Audio Control Panel). O relatório aponta que os painéis ficaram quentes a ponto de um botão começar a derreter com o calor.

O AAIB recomendou que fossem adotadas medidas para evitar a queda acidental de líquidos no painel, como uso obrigatório de tampas nos copos.

ASSINE AERO MAGAZINE COM ATÉ 76% DE DESCONTO

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 3 de Fevereiro de 2020 às 14:00


Notícias notícia de aviação aeronave avião Airbus A350 touchscreen Delta Air Lines café Alasca Rolls-Royce