Ele foi por ali!

Caças Gripen utilizará sistema que cria alvo falso para o inimigo

Contramedida inteligente aumenta a capacidade do avião em combate


Dispositivo é um chamariz que cria um falso alvo para os mísseis inimigos

  • Receba as notícias de AERO diretamente no Telegram clicando aqui

A Saab relevou hoje (28) a adequação de um novo sistema defensivo para o Gripen E/F, o mesmo modelo adquirido pelo Brasil, que emprega um falso alvo atraindo o míssil inimigo, despistando assim a posição real do caça.

O sistema é a mais recente geração de despistadores de mísseis guiados por radiofrequência (RF) e radares de controle de fogo.  O chamariz (decoy, em inglês) designado oficialmente como Míssil Despistador Leve (Lightweight Air-launched Decoy Missile) possui o tamanho e formato próximo dos tradicionais flare, a isca para mísseis guiados por infravermelho, sendo lançado por um cartucho padrão de 55 mm.

O dispositivo quando acionado pelo piloto registra em sua memória interna frequências de rádio digital (DRFM, na sigla em inglês) e os pulsos de radar vindos da ameaça. Na sequencia o decoy é lançado para longe da aeronave, simulando assim um alvo falso que atrai com grande precisão o míssil inimigo.

“O novo míssil pode obstruir ou criar alvos falsos para radares de aquisição, rastreamento, controle de disparo e aerotransportados”, afirma a Saab em nota oficial. O míssil despistador e o novo Pod de Interferência para Ataque Eletrônico (EAJP, na sigla em inglês) iniciaram os ensaios em voo em 2019, sendo integrados desde o projeto aos novos caças Gripen E/F.

Sistema decoy da Leonardo, note as pequenas dimensões do dispositivo

A Saab anunciou que está oferecendo o sistema a Finlândia, que busca renovar sua frota de caças, dentro do programa HX.  Oferta sueca inclui o Gripen E/F e o sistema de alerta aéreo antecipado GlobalEye.

“O míssil despistador, que apresentamos hoje, constituirá um grande acréscimo às capacidades de ataque eletrônico integradas ao Gripen E/F. A carga útil do novo míssil é, em grande parte, desenvolvida na Finlândia, e isso fortalecerá ainda mais a nossa oferta ao país”, disse Jonas Hjelm, vice-presidente sênior e Head da área de negócios Aeronautics da Saab.

O sistema chamariz BriteCloud, da italiana Leonardo, foi encomendado pela FAB e fará parte dos sistemas de contramedidas dos Gripen E/F brasileiros.

  • Receba as notícias de AERO diretamente no Telegram clicando aqui

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 28 de Agosto de 2020 às 09:20


Notícias notícia de aviação aeronave avião Saab Gripen Finlândia HX programa Programa F-X2 FAB Gripen NG Gripen E Gripen F decoy