Alijamento de tanques

Após F-16 ejetar o tanque, Japão pede aos EUA suspensão dos voos com o caça

Piloto pousou em emergência em pequeno aeroporto local


A base aérea de Misawa abriga caças F-16 da força aérea dos EUA | Foto: Lockheed Martin

Um caça F-16 fighting falcon, da força aérea dos Estados Unidos (Usaf), fez um pouso de emergência no aeroporto Aomori, na região nordeste do Japão. No entanto, antes do pouso, o piloto precisou alijar os tanques de combustível, todavia, um dos tanques caiu em uma área residencial, apesar disso, não houveram feridos.

O caça norte-americano decolou da base aérea de Misawa, a oeste do aeroporto de Aomori, nesta terça-feira (11), por volta das 18h30, horário local.

O F-16 é pertencente a 35º Ala de caça da base aérea de Misawa. A unidade informou que a aeronave apresentou um problema e o piloto optou que alijar os tanques antes de pousar. Entretanto, a causa do problema ainda é desconhecida, mas uma investigação já foi iniciada. 

De acordo com a agência japonesa Kyoto, o Ministro da Defesa japonês, Nobuo Kishi, solicitou aos EUA a suspenção dos voos com caças F-16, até que se confirme segurança da operação.

Por conta do pouso de emergência, a pista do aeroporto foi fechada, o que atrapalhou as operações dos voos domésticos.

Os Estados Unidos tem uma grande presença militar no território japonês, conta com bases aéreas e aeronaves, o que representa um importante valor estratégico aos EUA na região do Pacífico.

 

  • Receba as notícias de AERO diretamente das nossas redes sociais clicando aqui

Por André Magalhães

Publicado em 1 de Dezembro de 2021 às 13:35


Notícias notícias de aviação aeronave avião aviação f-16 eua japão emergência