Palavra do fundador

Breeze Airways tem planos de voar da Flórida para o Brasil

Empresa planeja operações em até 12 cidades


Embraer E190 da Breeze Airways

Primeira temporada de verão da Breeze Airways teve bons resultados | Foto: Divulgação

Uma das mais novas companhias aéreas dos Estados Unidos, a Breeze Airways, planeja expandir sua malha para destinos mais distantes dentro do continente americano, inclusive o Brasil. A companhia atualmente opera voos com o Embraer E190 e irá receber os cinco primeiros Airbus A220-300 no início de 2022. 

Em entrevista no World Aviation Festival, em Londres, seu CEO, David Neeleman, observou que o A220-300 pode transportar 30 passageiros a mais que os E190 em até seis horas e meia de voo. "Há muito capitalismo no Brasil. (...) Podemos atender 10 ou 12 cidades a partir da Flórida, o que seria incrível”, pontuou. 

Neeleman também disse que considera incluir rotas de outros lugares da América Latina para o Havaí e se mostrou satisfeito com o desempenho da empresa durante a temporada de verão nos Estados Unidos. "Para uma primeira temporada de verão, fomos muito bem. Lançamos operações em 16 cidades, com 39 rotas e 13 aviões. Nossa receita em outubro foi maior que julho, então estamos indo bem."

Quanto a rotas transatlânticas, o CEO da Breeze se mostrou cauteloso, justificando com a sazonalidade do tráfego e o alto custo de operação na Europa, citando a JetBlue, também fundada por ele, que faz voos diários entre Nova York (JFK) e Londres (LHR) desde agosto.

Em quase todas as cidades onde a companhia aérea atua atualmente, ela não encontra concorrentes.

  • Receba as notícias de AERO diretamente das nossas redes sociais clicando aqui

 

Marcel Cardoso

Publicado em 6 de Dezembro de 2021 às 08:25


Notícias noticias noticias de aviação Breeze Airways Embraer Airbus Brasil Voos