Como pode?

Bombeiros de aeroporto chinês combatem incêndio em avião errado

Eles descarregaram a espuma extintora de oito caminhões no Boeing que havia alertado sobre o fogo no motor de outra aeronave. Incidente ocorreu em Fuzhou, ao sul de Pequim


Os bombeiros do aeroporto internacional de Fuzhou, na China, erraram de avião ao colocarem em prática uma operação para apagar o incêndio no motor de um Boeing 737. A notícia pode parecer estranha, mas aconteceu. Tudo começou quando os pilotos de um Boeing 737-800 (B-1906) da empresa Fuzhou Airlines, que se preparava para a decolagem (voo FU6577), notaram fogo e fumaça em outro avião, de mesmo moldelo. Era um Boeing 737-800 (B-5507), da Air China, que taxiava rumo à cabeceira da pista.

Os pilotos da Fuzhou Airlines abortaram a decolagem e comunicaram o incidente à torre. Neste momento, o inusitado aconteceu. Oito caminhões da brigada de incêndio do aeroporto interceptaram justamente o avião que primeiro havia alertado sobre o incidente, o Boeing da empresa local, enquanto o avião da Air China, que também chegou a reportar o incêndio, continuava com o motor em chamas aguardando socorro.

Os bombeiros só notaram o equívoco após dois minutos, quando já haviam finalizado a aplicação de agentes extintores no avião errado. Os passageiros de ambos os aviões foram evacuados e o aeroporto ficou fechado por 90 minutos.

Felizmente, diante do pequeno foco de incêndio, foi possível conter o fogo no B-1906 mesmo após a falha, um tanto incomum. 

Da redação

Publicado em 10 de Dezembro de 2015 às 18:00


Notícias Boeing Air China