Presente de Natal

Bombardier recebeu um pedido firme de US$ 267 milhões

Com encomenda o Challenger 350 mantém sua posição de destaque entre jatos de negócios médio


Challenger 350 mantém a liderença na categoria super midsize há seis anos

A canadense Bombardier firmou um pedido firme de dez aviões de negócios Challenger 350, em uma transação avaliada em US$ 267 milhões, tendo como base os preços de tabela de 2020.

O Challenger 350 conquistou nos últimos seis anos o título de jato de negócios mais vendido na categoria super midsize, se tornando uma referência no segmento. O modelo ainda rivaliza pelo posto de aeronave executiva mais entregue, competindo com modelos de menor porte e acessíveis. Em 2017 o modelo foi o avião de negócios com maior número de entregas ao longo do ano, com 56 unidades.

“O portfólio recém-atualizado da Bombardier e a crescente rede de serviços posicionam a empresa bem para responder ao crescente interesse em aviação de negócios e a segurança aprimorada que ela oferece”, disse Éric Martel, presidente e CEO da Bombardier.

O Challenger 350 possui alcance máximo de 3.200 nm (5.900 km), podendo conectar São Paulo a qualquer destino na América do Sul, ou Nova York com apenas uma escala. Configurado com oito assentos, o avião dispõe de uma ampla cabine, adequada especialmente para voos de curta e média duração.

Por Gabriel Benevides

Publicado em 28 de Dezembro de 2020 às 15:00


Notícias notícias de aviação aeronave avião aviação Challenger 350 Bombardier São Paulo Nova York avião executivo jatinho