B-52 dão apoio para a retirada de tropas norte-americanas no Afeganistão

Veteranos bombardeiros continuam sendo fundamentais para as operações militares dos EUA


B-52 no Catar

Bombardeiros pousaram no Catar para fornecer apoio na retirada de tropas do Afeganistão

A Força Aérea dos Estados Unidos (Usaf) destacou dois bombardeiros B-52 Stratofortress para apoiar a retirada das tropas norte-americanas do Afeganistão. Os aviões pousaram na Base Aérea Al Udeid, no Catar, na última sexta-feira (23) onde aguardam o início das operações.
 

A presença do B-52 no Oriente Médio se tornou recorrente desde 2020, principalmente para conter ações do Irã e participar de missões de apoio a Otan. A retirada das tropas norte-americanas do Afeganistão foi anunciada em 14 de abril, pelo presidente Joe Biden, com o término da coalizão prevista para 11 de setembro de 2021. Praticamente vinte anos após o início da missão.

“Deixamos claro que a proteção da força será uma prioridade quando começarmos a mover todo o nosso pessoal militar para fora do Afeganistão, e isso significa dar ao comandante em terra opções para garantir que nossas tropas e as de nossos aliados serão protegidas enquanto saem do país”, disse o porta-voz do Pentágono, John F. Kirby.

Além do uso dos pesados bombardeiros para apoio da operação, os Estados Unidos também enviou para a região o porta-aviões Eisenhower, que ficará de prontidão para o caso de necessidade de apoio aéreo.

Por Gabriel Benevides

Publicado em 26 de Abril de 2021 às 08:00


Notícias notícias de aviação aeronave avião aviação.bombardeiro USAF B-52 Afeganistão Joe Biden