Retomada

Boeing confirma a venda de mais 23 novos 737 MAX

Alaska Airlines confirma novo pedido menos de um mês após receber o primeiro 737 MAX 9


Boeing 737 MAX 9 da Alaska Airlines

Alaska amplia pedido total para 120 aviões da família 737 MAX

A Boeing confirmou um pedido firme da Alaska Airlines para 23 novos 737 MAX 9, com mais quinze opções. Com o novo acordo a empresa aérea norte-americana passa a contar com uma ordem total para 120 aviões da família 737 MAX.

Após incertezas sobre o futuro da família MAX, o novo acordo retoma a vitoriosa campanha de vendas do 737 e ocorre dias após a gigante Southwest Airlines ampliar sua carteira de encomendas, com quase 600 aeronaves.

A Alaska Airlines recebeu seu primeiro 737 MAX 9 em janeiro, que entrou em serviço no dia primeiro de março, seguido do segundo avião semanas depois. A empresa ainda deverá receber outros dois aviões durante as próximas semanas.

Em nota oficial, a Boeing anunciou o contrato do 737 MAX, mas reiterou a estratégia de nomear as versões como 737-9, ante o padrão anterior que designava os modelos com a marca MAX.

Ainda que não confirme, em um primeiro momento a Boeing não pretende substituir a marca MAX, mas alguns clientes optaram por suprir o nome pintado nos aviões.

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 31 de Março de 2021 às 11:30


Notícias notícias de aviação aeronave avião Boeing 737 737 MAX Alaska Airlines Soutwest Airlines 737-9