Nos Estados Unidos

American e JetBlue pedem que Justiça rejeite processo contra empresas

Governo crê que acordo fere concorrência


Logos da American Airlines e JetBlue

Mercado atingido pela parceria inclui os principais aeroportos de Nova York | Foto: Divulgação

As companhias aéreas JetBlue Airways e a American Airlines pediram ao judiciário norte-americano a rejeição de um processo movido contra a chamada ‘Aliança Nordeste’ (NEA), uma joint-venture voltada para o mercado da costa leste dos Estados Unidos. 

Elas alegam que há vícios, porque o Departamento de Justiça (DOJ), autor da ação, não teria provado que a parceria realmente prejudicou a concorrência. O caso começou em 21 de setembro, quando o DOJ agiu para tentar fazer com que as companhias aéreas interrompessem o acordo, alegando que este violaria uma lei antitruste local, fazendo com que a American Airlines tivesse maior influência sobre a JetBlue.

As companhias dizem que o acordo resultou em passagens mais baratas e partidas em horários mais convenientes aos passageiros, mas as concorrentes, especialmente as de baixo custo (low-cost), discordam.

A joint-venture foi anunciada no início do segundo semestre de 2020 e aprovada pelo Departamento de Transportes (DOT) dos Estados Unidos em janeiro deste ano. Ela engloba voos em Boston (BOS) e nos três principais aeroportos da região de Nova York: Newark (EWR), La Guardia (LGA) e John F. Kennedy (JFK).

  • Receba as notícias de AERO diretamente das nossas redes sociais clicando aqui

 

Marcel Cardoso

Publicado em 24 de Novembro de 2021 às 09:05


Notícias noticias noticias de aviação American JetBlue Aliança Nova York Boston Justiça Estados Unidos.