Revés para o A320neo, Sorte para o 737 MAX

Airbus perde encomenda para trinta A320neo da Alaska Airlines

Empresa norte-americana optou pelos Boeing 737 MAX 9 que devem substituir a totalidade dos aviões europeus


Boeing 737 MAX da Alaska Airlines

Alaska Airlines vai padronizar a frota de médio e longo alcance com a família 737 MAX | Foto: Divulgação.

A Airbus confirmou a perda dos trinta pedidos para a família A320neo da Alaska Airlines. A empresa norte-americana cancelou seu pedido pelo modelo europeu, sem ter recebido nenhuma unidade.

A mudança ocorreu após negociações com a Boeing, tradicional fornecedora de aviões da Alaska Airlines, para um pedido firme para 74 unidades do 737 MAX 9. Atualmente a empresa aérea voa com uma frota composta principalmente pela família 737 Next Generation, além de alguns Embraer E175, de primeira geração.

Após absorver as operações da Virgin America, empresa que pertencia ao conglomerado britânico Virgin, a Alaska Airlines passou a voar com o A320 e herdou o pedido original para trinta A320neo. Porém, negociações levaram a escolha do 737 MAX como o modelo padrão da frota de médio e longo alcance, e os Embraer E-Jet atendendo rotas regionais e de baixa densidade.

Recentemente, o jornal Seattle Times publicou um relatório assinado pelo ex-CEO da Boeing Commercial Airplanes, Ray Conner, onde havia a informação que o fabricante norte-americano havia fornecido um empréstimo de US$ 400 milhões (R$ 2,2 bilhões) para a Alaska Airlines manter seu compromisso com o 737 MAX.

Airbus A320 da Alaska Airlines

Alaska Airlines herdou a frota de Airbus A320 da Virgin America após a fusão entre as duas empresas

Durante a proibição de voos do 737 MAX em todo o mundo, havia a especulação que a Alaska Airlines poderia optar por confirmar o pedido para o A320neo, evitando voltar a padronizar a frota com um único avião. Com a boa aceitação do 737 MAX e sua vantagem competitiva em diversas rotas, a empresa aérea optou por manter apenas os 737 e E-Jet na frota.

  • Receba as notícias de AERO diretamente das nossas redes sociais clicando aqui

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 5 de Novembro de 2021 às 16:00


notícias de aviação aeronave avião aviacão Airbus A320 A320neo A321 Embraer E175 E-Jet Boeing 737 MAX Alaska Airlines Virgin