Neo no espaço

Airbus avança na montagem de satélite de nova geração

Eurostar Neo oferece maior capacidade e flexibilidade em relação aos seus predecessores


Representação gráfica do satélite Eurostar Neo da Airbus

Satélite Eurostar Neo ampliou as capacidades da família de satélites modulares europeu

A Europa se prepara para lançar uma nova geração de satélites de serviços fixos e de transmissão, serviços móveis, banda larga e comunicações seguras, baseado no Eurostar Neo.

O aparelho foi integrado com sucesso pela Airbus Defesa e Espaço, unindo os módulos de serviço e comunicação do Eutelsat Hotbird 13F. O satélite agora inicia sua série final de testes, que o preparará para seu lançamento.

Airbus Eurostar Neo

Satélite da família Eurostar oferece grande capacidade modular e de emprego geral

Em nota o fabricante aeroespacial europeu contou que seus engenheiros e técnicos da planta industrial de Portsmout, localizada no sul da Inglaterra, entregou o módulo de comunicação para as equipes da unidade de Toulouse, na França, onde foram unidos ao módulo de serviço.

O Eurostar Neo tem a capacidade de carga útil ampliada, considerando que o modulo de comunicação acomoda até duas e fornece energia útil de mais de 25 kW. O Eutelsat Hotbird 13F e o 13G também terão potência de de 22kW e uma massa de lançamento de 4.500 kg.

O Eurostar Neo é uma evolução da família de satélites E3000, que foi lançado pela primeira vez em 2004. Na ocasião o equipamento espacial se destacava por sua capacidade modular, podendo ser construído com vários módulos para atender a diferentes missões, todos baseados em núcleo de serviço comum, com até três níveis. Um módulo de propulsão químico ou químico-elétrico ofereciam opções escalonáveis ​​de potência de carga útil, com até 16 kW armazenada em baterias de NiH2 ou de íon de lítio.

O anúncio do Eurostar Neo aconteceu em 2017, quando o projeto foi revisto e aperfeiçoado, passando oferecer propulsão elétrica, híbrida ou química, além de uma faixa de potência escalonável de até 25 kW.

"Com maior capacidade de carga útil e sistemas de controle térmico e de energia mais eficientes, o Eurostar Neo combina grandes inovações com tecnologias testadas e comprovadas", disse François Gaullier, Head de Sistemas de Telecomunicações na Airbus Space Systems.

A plataforma Eurostar Neo da Airbus foi desenvolvida no âmbito dos Projetos de Parceria da Agência Espacial Europeia (ESA), juntamente à agência espacial francesa CNES, e apoiada pela Agência Espacial do Reino Unido e outras agências espaciais de toda a Europa.

A adoção da alcunha Neo acompanha a estratégia de marketing da Airbus, com a opção de novo motor (Neo, na sigla em inglês) utilizada por sua popular e famosa linha de aviões comerciais.

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 15 de Fevereiro de 2021 às 15:00


Notícias notícias de aviação aeronave avião Neo Airbus Eurostar satélite Eurostar Neo comunicação geoestacionário