Portão cargueiro

Aeroporto de Guarulhos busca investidores para terminal cargueiro

Ampliação do complexo prevê nova área com 65 mil metros quadrados


Terminal de cargas do aeroporto de Guarulhos é o maior do Brasil

O aeroporto internacional de Guarulhos, o principal do país, busca investidores para a construção e comercialização de galpões no Terminal de Cargas (Teca).

Segundo a GRU Airport, concessionária do aeroporto, as empresas poderão ocupar uma área de 65 mil m², dividida em quatro partes, com oportunidades de negócio para armazéns de carga dentro da zona primária do aeroporto e com acesso direto ao pátio de aeronaves.

O atual Terminal de Cargas é o maior complexo aeroportuário do Brasil sendo coberto por uma área de 99 mil m². Ao longo do ano passado, o aeroporto movimentou 208.000 toneladas entre importação e exportação. O crescimento de 29% no número de cargueiros foi essencial para esta marca.

Entre os itens mais transportados no período estavam fármacos, partes e peças automotivas, têxtil, alimentos, maquinários, peças aeronáuticas e devido a sua malha aérea e conectividade. Com a crescimento do comércio eletrônico o aeroporto vem ampliando a participação no segmento.

Conforme esperado, o terminal se destacou como o principal ponto de entrada cargas farmacêuticas no Brasil, especialmente aquelas dedicadas ao combate da pandemia de covid-19.

De acordo com a GRU Airport houve um aumento de 6 pontos percentuais no Market share do segmento que partiu de 50% em 2019 para 56% no período de janeiro a novembro de 2020.

O Complexo logístico, que já possui a certificação CEIV Pharma (Center of Excellence for Independent Validators) da IATA, está atuando para obter, em 2021, as certificações OEA (Operador Econômico Autorizado) da Receita Federal e CBPDA (Certificado de Boas Práticas de Distribuição e Armazenagem) da ANVISA, que confirmarão os altos índices de segurança e boas práticas no manuseio de produtos farmacêuticos no terminal.

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 1 de Fevereiro de 2021 às 16:30


Notícias notícias de aviação aeronave avião aviação TECA Terminal de Cargas GRU Airport GRU covid-19 comércio eletrônico