O dólar bom para a Embraer

Por André Jankavski em 3 de Setembro de 2015 às 00:00

  

Os resultados do segundo trimestre da Embraer trouxeram um alento aos seus investidores. A contratação de 102 aeronaves no período ajudou a empresa a alcançar uma carteira de pedidos firmes de US$ 23 bilhões, o maior nível de sua história. Mais: o aumento do valor do dólar no período, que chegou a ultrapassar os R$ 3,50, impactou diretamente na receita do fabricante brasileiro, que foi de R$ 4,7 bilhões, crescimento de 52% em relação ao mesmo período de 2014. Evidentemente, o aumento das vendas no segmento de segurança e o porte das aeronaves comercializadas aumentaram o faturamento da Embraer. A moeda americana também foi determinante para a apuração do lucro líquido de R$ 400 milhões no trimestre, ante o prejuízo de R$ 196 milhões de abril a junho do ano passado. Tais números fizeram diversas corretoras, como a paulistana Coinvalores, recomendarem a compra dos papéis da Embraer, que vem oscilando durante todo o ano na bolsa. Desde janeiro, as ações da companhia caíram 9,69%.


Aeroinvest Embraer invertidores dolar aumento

Artigo publicado nesta revista


Airbus, Nova Rival da Embraer

Assine

Impressa
1 ano
Impressa
2 anos
PDF/Android
1 ano
iPad/iPhone
1 ano

Assine InnerImpressaImpressaPDF/AndroidiPad/iPhone
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241212
Comprando Avulso você pagariaR$ 216,00R$ 432,00R$ 216,00R$ 216,00
Assine Agora porR$ 172,80R$ 302,40R$ 56,70R$ 56,70
Desconto
EconomizaR$ 43,20R$ 129,60R$ 159,30R$ 159,30
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 57,60 6x R$ 50,40
Assinando agora você GANHA também CHAVEIRO PORTA COPOS
Airbus, Nova Rival da Embraer

Alguns valores poderão variar dependendo da cotação do dólar

Receba o boletim AERO Magazine

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas