Marca única, desafio conjunto

Por André Jankavski em 3 de Setembro de 2015 às 00:00

Após três anos da conclusão da fusão entre a brasileira TAM e a chilena LAN, a Latam anunciou a adoção da marca da holding como única. Com o custo estimado em US$ 40 milhões, a companhia prevê realizar a transição para Latam de forma gradual até 2018. O principal motivo da mudança é criar uma marca forte dentro da América do Sul e obter ganhos de competitividade. Na visão de analistas, a estratégia é positiva, ainda mais com a futura simplificação nas estratégias de marketing e operações. “Há uma sinergia clara nessa mudança, que já era esperada pelo mercado desde a junção”, afirma Maurício Cañas, analista-chefe do Banco Penta, do Chile. Os maus momentos pelos quais passam as economias brasileira e chilena, no entanto, ainda não deixam especialistas seguros para indicar a compra das ações da Latam. “A indústria de companhias aéreas é altamente cíclica e dependente de uma economia aquecida, por isso mantemos a nossa visão da Latam como neutra”, diz Cañas.


Aeroinvest TAM LAN Latam holding

Artigo publicado nesta revista


Airbus, Nova Rival da Embraer

Assine

Impressa
1 ano
Impressa
2 anos
PDF/Android
1 ano
iPad/iPhone
1 ano

Assine InnerImpressaImpressaPDF/AndroidiPad/iPhone
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241212
Comprando Avulso você pagariaR$ 216,00R$ 432,00R$ 216,00R$ 216,00
Assine Agora porR$ 172,80R$ 302,40R$ 56,70R$ 56,70
Desconto
EconomizaR$ 43,20R$ 129,60R$ 159,30R$ 159,30
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 57,60 6x R$ 50,40
Assinando agora você GANHA também CHAVEIRO PORTA COPOS
Airbus, Nova Rival da Embraer

Alguns valores poderão variar dependendo da cotação do dólar

Receba o boletim AERO Magazine

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas