É o que tem para hoje e já está dando lucro

Versão de ultra longo alcance do A321

Airbus estuda lançar modelo intermediário entre o A321 e o A330neo para competir com futuro avião da Boeing


A Airbus iniciou a prospecção de vendas para o A321XLR, a versão de ultra longo alcance do A321neo. O modelo deverá contar com alcance máximo de 4.500 nm (8.300 km), peso máximo de decolagem de 101 toneladas e capacidade para até 250 passageiros.

O fabricante europeu espera obter entre 200 e 300 pedidos para o novo modelo, viabilizando seu desenvolvimento e produção. Os executivos querem aproveitar a indefinição da Boeing para o lançamento de seu novo avião, designado como New Midsize Airplane (NMA) que poderá ser uma família substituta para os 757 e 767, inclusive contando com uma versão de corredor único e uma de duplo corredor.

Leia mais

Airbus obtém certificação para o A321LR

Boeing posterga para o próximo ano definição sobre seu novo avião

O A321XLR poderá ser oferecido como uma solução conjunta aos A330-800, que ainda patinam nas vendas, mas oferecem quase completa comunidade nas carteiras das tripulações e custo operacional competitivo. Com isso, o segmento de média capacidade e longo alcance, que deverá ser o maior mercado do setor na próxima década, terá três modelos da Airbus, o A321LR, A321XLR e A330neo. Além disso, a Airbus espera com isso ganhar tempo em relação a concorrente, já que poderá ofertar um modelo em curto prazo ao mercado, ao mesmo tempo que recebe dividendos pelas vendas e espera a Boeing revelar seu projeto final. A expectativa do mercado é que a Airbus lance um novo avião para o segmento, dependendo da solução apresentada pelos norte-americanos.

O A321XLR poderá surgir em um momento que a Airbus encerra a produção do A380, permitindo aumentar suas margens sem necessariamente ampliar sua força de trabalho ou instalações para montagem final do avião.

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 25 de Fevereiro de 2019 às 14:00


Notícias Airbus Boeing A321LR A321 A330neo A380 757 767 NMA