Aviação Comercial

Swiss converte pedido do CSeries

Empresa deverá operar com uma frota de 20 CS100 e 10 CS300


A Bombardier anunciou que a Swiss, cliente de lançamento do CSeries, converteu 10 dos 30 CS100 encomendados para a versão maior do modelo, o CS300.

O contrato de compra original para 30 aviões assinado pelo Grupo Lufthansa em 2009, fazendo parte do plano de renovação da frota de curto e médio alcance da empresa suíça. As duas versões do CSeries possuem mais de 95% de comunidade, diferenciando basicamente a capacidade e o alcance, assim como detalhes técnicos pontuais entre as duas versões.

Embora sofra com os atrasos e os pedidos aquém do estimado, o CSeries se tornou um divisor de águas na categoria ao oferecer um novo patamar no consumo de combustível. A Bombardier foi um dos clientes que auxiliaram no desenvolvimento da família de motores PurePower PW1500G, da Pratt & Whitney.

Da redação

Publicado em 16 de Junho de 2015 às 14:00


Notícias Bombardier CSeries CS100 CS300 Swiss