A vez da carga

Primeiro A330-200 convertido em cargueiro é entregue a empresa egípcia

Modelo poderá se tornar substituto da família 767 convertidos em cargueiros na última década


Com a aposentadoria de diversos modelos de aviões no transporte regular de passageiros, empresas aéreas cargueiras buscam células com boa vida útil para conversão em modelos cargueiros. A Airbus iniciou o processo de conversão do A330, para sua versão cargueira, sendo considerado o modelo o sucessor do Boeing 767F.

A Egyptair recebeu seu primeiro A330F convertido, após conclusão ensaios em voo em junho e concessão do certificado suplementar de tipo (STC, na sigla em inglês) pela EASA e pela autoridade de aviação civil egípcia (ECAA) em julho.

O programa designado A330P2F, foi lançado em 2012, sendo um projeto conjunto entre a ST Engineering Aerospace, Airbus e EFW. O programa prevê a conversão do A330-200 e A330-300, sendo que o primeiro cliente do modelo foi a empresa de encomendas expressas DHL, que recebeu um A330-300P2F, no final de 2017

O A330-200P2F pode transportar até 61 toneladas a distancias de 3.900 nm, com até 26 posições no piso principal e 32 nos porões. O modelo da Egyptair é o primeiro da série -200 convertido.

Por Ernesto Klotzel

Publicado em 7 de Agosto de 2018 às 16:00


Notícias Airbus A330 EFW Egyptair EASA