Aviação Civil

Pilotos prometem protesto nesta terça em Brasília

Aeronautas criticam duas mudanças no Código Brasileiro de Aeronáutica, uma que aumenta a jornada de trabalho e a outra que permitem contratação de tripulantes estrangeiros por até cinco anos


A inserção de uma subemenda no Projeto de Lei 6716/2009, que trata da alteração do Código Brasileiro de Aeronáutica, é motivo de polêmica entre os aeronautas. Dois itens são os mais controversos. Um deles é o aumento de jornada de trabalho e o outro, a proposta de contratação de pilotos estrangeiros por até cinco anos. O aumento da jornada de trabalho, que pode alcançar até 19 horas para tripulação simples, poderá impactar seriamente na segurança de voo, dizem o aeronautas, em função da ausência de estudos científicos que suportem as limitações humanas, principalmente no que diz respeito à fadiga dos pilotos. O projeto foi a votação no ultimo dia 3, porém, foi solicitado adiamento da votação para o próximo dia 11. Nesta terça-feira, vários pilotos prometem comparecer no Congresso para conversar com os parlamentares.

Paulo Licatti

Publicado em 10 de Dezembro de 2012 às 06:54


Notícias