Exigente treinamento

Pilotos de caça brasileiros fazem exigente treinamento em centrífuga humana

Militares têm que suportar forças de até 9 vezes o próprio peso


Ao todo serão 36 unidades, sendo 28 do modelo monoposto E e oito do modelo biposto F | Foto: AERO  Magazine/André Magalhães

O caça Gripen F-39 têm muitas características importantes, como por exemplo, seu poder bélico, sua alta tecnologia, seus sensores de última geração, como o radar AESA Raven ES-05, ou então o sensor de buscas de alvo infravermelhos, IRST Skyward- G.

Contudo, um fator específico é aliado entre o avião e o aviador, o limite estrutural que a aeronave suporta.

O F-39 pode suportar forças Gs de -3 /+9, no entanto, o piloto tem que estar preparado para lidar com tais forças durante as missões de combate.

Para isso é utilizado o traje “anti-G”, esse sistema pressiona os membros inferiores para que o sangue não desça da cabeça. O equipamento é preso ao corpo do piloto e conectado a aeronave, que por meio do ar faz a pressão necessária, ou seja, quanto mais "gs' o piloto puxar, maior será a pressão no corpo do aviador.

Além disso, um treinamento fisiológico de respiração também é feito pelos pilotos, como podemos notar no vídeo, onde um piloto de testes da FAB faz um teste em uma centrífuga, na Suécia. 

Desde o início do contrato de venda dos 36 caças F-39 E/F para o Brasil, pilotos brasileiros estão na Suécia para aprender mais sobre o futuro vetor de caça da FAB.

O Brasil recebeu, em setembro de 2020, o primeiro caça F-39, de um total de 36. A aeronave se encontra na unidade da Embraer de Gavião Peixoto (SP), cumprindo os requisitos necessários para obter a certificação final.

Gripen F-39E voando sobre a baía de guanaraba, no Rio de Janeiro | Foto: FAB

Neste ano duas unidades, das quatro primeiras construídas em série, devem ser enviadas ao Brasil por via marítima. Outras duas serão enviados ao país no primeiro semestre de 2022.

Dos 36 caças 13 serão produzidos na Suécia, oito começam ser produzidos na Suécia e são finalizados no Brasil e, por fim, 15 serão totalmente construídos em território nacional.

 

  • Receba as notícias de AERO diretamente das nossas redes sociais clicando aqui

Por André Magalhães

Publicado em 22 de Novembro de 2021 às 09:35


notícias de aviação aeronave avião aviação gripen saab brasil suécia desenvolvimento