Aviação Militar

Piloto aciona assento ejetor de Super Tucano

Após susto, um dos tripulantes da aeronave se lançou para fora e o outro pousou em segurança em Gavião Peixoto


Um Super Tucano, da Embraer, que realizava um voo de treinamento teve um dos pilotos ejetados enquanto o outro tripulante permaneceu a bordo e pousou com segurança em Gavião Peixoto (SP). Segundo informações da Polícia Militar e de funcionários da Embraer, o piloto Carlos Alberto Gonçalves, 47 anos, estava como segundo piloto e, em dado momento, assustou-se com uma manobra e se ejetou. Momentos após o incidente, as equipes da Polícia Militar, contando com o apoio de um helicóptero da Embraer, deslocaram-se para o local onde encontraram Golçalves, às margens da Rodovia Deputado Vitor Maida (SP-331), com pequenas escoriações pelo corpo. Ainda assim, o piloto foi socorrido pelo SAMU e levado, de helicóptero, ao Hospital São Paulo de Araraquara. Consta que Gonçalves é piloto da Força Aérea Brasileira, com ampla experiência. Em seu currículo há também a informação de que foi comandante do 2º/3º GAv Grifo, que opera justamente o Super Tucano, além de ter sido piloto de Mirage.

Da redação

Publicado em 21 de Fevereiro de 2014 às 15:35


Notícias Super Tucano Embraer