Transporte e turismo no espaço

O plano dos árabes para conquistar o espaço

O reino da Arábia Saudita promete investir US$ 1 bilhão no programa espacial de Sir Richard Branson e viabilizar o voo supersônico soborbital




A Virgin Galactic, a Spaceship Company e a Virgin Orbit, todas empresas de Sir Richard Branson, vão receber um aporte de US$ 1 bilhão, que, segundo ele, possibilitará o desenvolvimento de uma nova geração de lançadores de satélites e acelerar o programa de transporte ponto a ponto das viagens espaciais supersônicas.

O investimento também vai financiar os planos de turismo espacial da orgnização de Branson e acelerar o potencial industrial da Virgin Orbit, o desenvolvimento do lançamento de satélites de pequeno porte de baixo custo e também dar apoio ao desenvolvimento da “indústria de entretenimento centrado do espaço” na Arábia Saudita.

A Virgin será a acionista majoritária nas três empresas. A Arábia Saudita ainda tem a opção para investir US$ 480 milhões adicionais em “serviços espaciais”. A Virgin Galactic quer transportar passageiros ao espaço. A Spaceship Company está fabricando as respectivas naves e a Virgin Orbit está modificando um Boeing 747 para que possa colocar satélites em orbita.

As três empresas são baseadas na California, e a Virgin Atlantic pretende operar no espaçoporto do Novo México. 

Por Ernesto Klotzel

Publicado em 17 de Novembro de 2017 às 12:58


Notícias