Memphis Belle

O emblemático bombardeiro “Memphis Belle” no museu da USAF

O Boeing B-17F Flying Fortress da Segunda Guerra Mundial foi o primeiro a concluir 25 missões


A Fortaleza Voadora B-17F “Memphis Belle” é um dos símbolos mais consagrados da Segunda Guerra Mundial e sua tripulação, objeto de documentários e longas metragens que a tornaram um dos símbolos mais reconhecíveis nos dias de hoje.

Em 2018, se completarão 75 anos que a tripulação encerrou sua última missão - em 17 de maio de 1943 -, sendo o primeiro bombardeiro pesado da Força Aérea do Exército dos EUA (USAAF) a totalizar 25 missões. Após restaurado, será exposto no Museu Nacional da Força Aérea dos Estados Unidos (USAF), em Dayton, Ohio, a partir de 17 de maio de 2018.

O nariz original termina com as dúvidas

Seu comandante, Robert Morgan, batizou o   B-17F inspirado na namorada Margaret Polk, de Memphis, Tennessee, enquanto a pintura do nariz da aeronave foi baseada em uma ilustração da revista Esquire. Muito foi discutido sobre as cores dos maiós das moças pintadas de cada lado do nariz, de um lado vermelha e do outro azul (há até aviões que são apresentados em shows aéreos que estão pintados com as cores invertidas), mas a foto em cores da restauração (foi retirada toda a tinta original, menos a das figuras) termina com as dúvidas.

O “Memphis Belle” chegou ao Museu em outubro de 2005, e hoje está sendo submetido a um trabalho detalhado de restauração e inclusão de equipamentos originais que estavam faltando. De acordo com o curador do Museu Nacional da Força Aérea dos Estados Unidos (USAF), o “Memphis Bell” é um tesouro nacional e será, em breve, a estrela do Pavilhão da Segunda Guerra Mundial do Museu.

A torreta ventral original

Após o retorno aos Estados Unidos em junho de 1943, o “Memphis Belle” e sua tripulação visitaram dezenas de cidades, promovendo a vendas de bônus de guerra. Com essa turnê e o documentário de William Wyler em 1944, intitulado “Memphis Belle” – com cenas reais de combate – o B-17F e sua tripulação se tornaram verdadeiras celebridades, recebendo um impulso adicional com um longa-metragem de mesmo nome, lançado em 1990.

Ernesto Klotzel

Publicado em 23 de Janeiro de 2017 às 21:11


Notícias Boeing B-17F Flying Fortress Memphis Belle Museu Nacional da Força Aérea dos Estados Unidos