Irmão menor

Novo 737 MAX 7 realiza o primeiro voo

Menor avião da família MAX oferece maior economia e eficiência, em relação a geração anterior


A Boeing realizou o primeiro voo do 737 MAX 7, o menor avião da família 737 MAX, que iniciou a campanha de certificação. A previsão é que o programa seja concluído em meados de 2019, com a primeira entrega ocorrendo em seguida.

O novo 737 decolou da unidade da Boeing em Renton, nos arredores da Seattle, às 10h17 (horário do Pacífico) para um voo de 3h05, onde uma série de sistemas foram verificados. Baseado em dados já obtidos pelos demais membros da família MAX, os engenheiros podem acelerar a campanha de ensaios em voos, tornando mais simples o processo para o modelo.

O MAX 7 é o menor membro da família, com capacidade para até 172 passageiros (em classe única) e alcance de 3.850 nm, o avião possui especificações superiores ao irmão mais velho, o 737-700. Em relação ao principal rival, o A319neo, o MAX 7 possui até 12 assentos a mais, e um alcance de 400 nm superior.

Atualmente a família 737 MAX é o projeto de maior sucesso da história da Boeing, acumulando mais de 4.300 pedidos, oriundos de 93 empresas aéreas ao redor do mundo.

A maior eficiência e menor consumo de combustível de modelos remotorizados
(família 737 MAX, A320neo e E-Jet E2), tornaram essas variantes mais atrativas para uma substituição mesmo em frotas relativamente novas.

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 19 de Março de 2018 às 18:00


Notícias Airbus Boeing Embraer 737 MAX 7 A320neo A310neo E-Jet E2