Alteração inclui diversas mudanças e visa maior segurança

Os atrasos na homologação de aviões nos Estados Unidos

Mudanças de regras de certificação obriga Textron a rever os prazos para obtenção de licença para novos Citation


Quando a Textron apresentou o protótipo do Cessna Citation Longitude, em 2015, o fabricante planejava iniciar as entregas no prazo de dois anos. Porém, quando o CEO da Textron, Scott Donnelly, revelou em outubro último que existia uma questão de obsolescência com um dos fornecedores principais, o programa foi postergado, com as entregas previstas para 2018.

A Textron Aviation utilizou cinco aeronaves e perto de 50 equipamentos de teste em terra para a certificação do Longitude. Antes da mudança dos critérios de certificação pelo FAA eram necessárias apenas três aeronaves e menos de 30 recursos em terra para a certificação. Para o fabricante, trata-se do mais robusto processo de certificação que já cumpriram para um Citation.

O caso não envolve apenas o mais novo jato de negócios da Textron, pois as mudanças também afetaram a Gulfstream, com o G500.

O Longitude é um produto importante para a Textron, já que preço de tabela de US$ 26,9 milhões, é potencialmente a maior fonte de receita entre todos os 13 modelos de aeronaves fabricadas pela empresa.

Por Ernesto Klotzel

Publicado em 11 de Junho de 2018 às 15:30


Notícias Citation Textro Longitude Cessna Gulfstream G500