Força aérea colombiana intercepta avião da agência de segurança da Rússia

Ilyushin II-96-400VPU do governo russo é interceptado em voo ilícito sobre a Colômbia


Caças IAI Kfir da força aérea da Colombia

Força aérea da Colômbia utilizou os caças Kfir para escoltar o Il-400VPU para fora do espaço aéreo do país

Um Illyushin II-96-400VPU da força aérea da Rússia foi interceptado pela força aérea da Colômbia enquanto voava para Manágua, na Nicarágua.

O avião, que pertence a principal agência de segurança russa, foi detectado pela defesa aérea colombiana na manhã desta segunda-feira às 09:22 (horário local). A força aérea enviou seus caças IAI Kfir para interceptar o avião considerado intrusos, visto a falta de autorização e plano de voo para sobrevoar aquele espaço aéreo da Colômbia.

A força aérea afirmou que a aeronave russa estava ao norte de La Guardia, em uma aérea diferente do autorizada.

Após o conhecimento dos fatos sobre o desvio de rota, os caças IAI Kfir foram enviados para a interceptação, ordenando que o Illyushin II-96-400VPU saísse do espaço aéreo colombiano imediatamente.

Il-400VPU

Este não é o primeiro caso que a força aérea da Colômbia encontra aeronaves russas sobrevoando seu espaço aéreo de forma ilícita. Os últimos casos ocorreram em 31 de agosto de 2019, segundo de um novo encontro nos dias 19 de abril e 21 de julho de 2020.

Um dos eventos mais tensos ocorreu entre os dias 30 de outubro e 1 de novembro de 2013, quando dois bombardeiros russos Tu-160, com capacidade nuclear, violaram o espaço da Colômbia. Por envolver aeronaves militares os procedimentos são mais delicados, visto a necessidade de evitar um enfrentamento que possa gerar hostilidades entre os dois países.

Na ocasião também foram empregados os Kfir, que garantiram a retirada dos bombardeiros do espaço aéreo colombiano. Na ocasião os aviões russos estavam realizando uma série de exercícios militares com a Venezuela.

A Rússia tem ampliado sua presença em países da América Latina, ocupando um espaço deixado pela política recente de Washington. A nova diretriz de Moscou prevê ampliar os laços políticos e militares com nações ao redor do mundo, sendo um contraponto a hegemonia global dos Estados Unidos.

Por Gabriel Benevides

Publicado em 19 de Abril de 2021 às 17:00


notícias de aviação aeronave avião aviação IAI Kfir Il-400VPU Ilyushin Colômbia Rússia