Paris Air Show 2019

Grupo europeu encomenda 200 novos 737 MAX

Boeing obtém primeiro grande contrato desde a paralisação do modelo


A gigante europeia IAG (International Airlines Group) que controla a British Airways e Iberia, anunciou que pretende adquirir até 200 aviões da família 737 MAX. O acordo é avaliado em mais de US$ 24 bilhões.

A IAG, que transportou mais de 113 milhões de passageiros em 2018, já havia formalizado um pedido para o Boeing 777X, que devem substituir os atuais 777 em serviço, além de ser um complemento a frota de longo alcance. A maior vitória da Boeing se refere ao reingresso do grupo aos modelos de corredor único, hoje quase exclusivamente compostos por aeronaves da família A320.

LEIA TAMBÉM

A família A320 representa a maioria das aeronaves de média capacidade do grupo IAG

O pedido incluiu opções para o 737 MAX 8, com capacidade para até 178 passageiros, em duas classes, e o 737 MAX 10, que pode acomodar até 230 passageiros em classe única. A expectativa é que as aeronaves de maior capacidade sejam utilizadas pelas empresas ultra low fare do grupo, como a Vueling e a LEVEL.

Este foi o primeiro grande pedido para a família 737 MAX desde a proibição de voos em todo o mundo.

ASSINE AERO MAGAZINE COM DESCONTO

Por Edmundo Ubiratan | Fotos: Divulgação

Publicado em 18 de Junho de 2019 às 17:03


Boeing 737 MAX IAG Iberia British Airways Airbus A320 Vueling 777X 777