Aviação Geral

Google homenageia os 216 anos do primeiro salto de paraquedas

O engenheiro francês Andre-Jacques Garnerin saltou de um balão de uma altura estimada de 2000 pés em 1797


Andre-Jacques Garnerin

O Doodle do Google de hoje homenageia os 216 anos do primeiro salto de paraquedas moderno. O feito foi realizado em 1797, pelo engenheiro francês Andre-Jacques Garnerin, que saltou de um balão de uma altura estimada de 2000 pés. Os primeiros estudos de Garnerin ocorreram anos antes, quando ainda durante as Guerras Napoleônicas iniciou estudos de um artefato, com formato de guarda-chuvas, que pudesse ser utilizado para reduzir a velocidade da queda e permitir um salto seguro de grandes alturas. Após ser preso pelos britânicos e feito prisioneiro em Buda, na Hungria, Garnerin é solto e retoma seus experimentos ao ter acesso aos primeiros balões de ar quente que se tornavam populares em Paris. Em 22 de outubro, Garnerin subiu num pequeno balão, onde prendeu um paraquedas de seda ao cesto e subiu até uma altitude de 2000 pés, sobre o parque de Monceau, em Paris. Então o engenheiro cortou a corda que ligava o balão e desceu preso ao conjunto paraquedas-cesta. Durante a descida o cesto balançou violentamente, tendo feito um pouso violento, mas permitindo Garnerin sair ileso do experimento.

Andre-Jacques Garnerin

Andre-Jacques Garnerin

Ainda que tal fato seja considerado o primeiro salto de paraquedas na história, a prática de saltar de elevadas altitudes preso a um artefato que permitia uma queda em menor velocidade não era algo inédito. Alguns registros dão conta que no Século XIV os já saltavam de muralhas e montanhas amarrados a um sistema similar a um guarda-chuvas com o objetivo de amortecera queda. Tal fato inclusive era de conhecimento do mestre Leonardo da Vinci, que no século seguinte chegou a afirmar que era possível saltar em segurança utilizando uma peça de pano impermeabilizado, com dez braças de ladoe que fosse amarrado ao corpo, num modelo similar ao paraquedas moderno. Por fim, em 1617, o bispo e polímata italiano, Fausto Veranzio, baseado nos estudos de da Vinci, construiu o primeiro paraquedas da história, batizado de Homo Valans (Homem Voador). Para testar o equipamento, Veranzio saltou do alto do Campanário de São Marcos, em Veneza, na Itália e pousando em segurança. Atualmente o paraquedismo é uma importante atividade, sendo praticado por lazer ou para atividades militares. 

 

Da redação

Publicado em 22 de Outubro de 2013 às 13:13


Notícias paraquedas primeiro voo Andre-Jacques Garnerin google