Asas Rotativas

EC135 T3/P3 opera missão SAR

Modelo opera na Itália em missões de busca e salvamento na região dos Alpes


A Aiut Alpes Dolomites, uma entidade do norte da Itália especializada em resgate nas regiões alpinas, iniciou as operações com o primeiro EC135 T3.

O novo membro da família EC135 possui algumas melhorias em relação aos modelos anteriores, como maior reserva de potência, aumento do envelope de voo em grandes altitudes e com temperaturas elevadas, bem como o aumento de peso máximo de decolagem para 2.980 kg. O novo EC135 apresenta com duas opções diferentes de motorização, o motor Turbomeca Arriel 2B2 “plus”, para o EC135 T3; e o motor Pratt & Whitney 206B3, para o EC135 P3.

“As melhorias implementadas na versão T3 são impressionantes”, avaliou Raffael Kostner, fundador da Aiut Alpin Dolomites. “Graças ao EC135 T3, nossas equipes de busca e salvamento podem contar com grandes reservas de potência e com performances superiores para missões em grandes altitudes que fazem parte da nossa rotina”, acrescentou.

Dentre os aprimoramentos, pode-se citar o rotor principal com uma dimensão maior, um software modernizado para o sistema FADEC, integração completa entre a suíte de aviônicos e os sistemas de navegação e comunicação, assim como novas entradas laterais de ar para o motor. O modelo operado pela Aiut Altpin Dolomites é equipado com o novo piso multifuncional, que tem um tamanho especialmente desenvolvido para missões EMS (Emergency Medical Services) e substitui a necessidade de um segundo equipamento de chão, o que elimina peso.

Atualmente, dos mais de 1.200 helicópteros da família EC135 entregues, um quarto atua em missões de EMS. A Helibras deverá trazer o EC135 T3 para o Brasil em 2015, visando realizar uma série de voos de demonstração no país.

Da redação

Publicado em 12 de Dezembro de 2014 às 16:00


Notícias EC135 EC135 T3 Airbus Airbus Helicopters Helibras