Alta performance

Diamond certifica seu primeiro monomotor com trem de pouso retrátil

DA50 RG oferece aerodinâmica avançada combinada com motor equipado com Fadec


Construído em materiais compostos o DA50 RG compensa maior peso do trem pouso retrátil com uma estrutura leve

Receba as notícias de AERO diretamente no TelegramWhatsApp e Instagram

 

A Diamond Aircraft obteve a certificação da EASA, a agência europeia de segurança de aviação civil, para o monomotor DA50 RG (retractable gear) de trem de pouso retrátil. Os primeiros aviões deverão ser entregues no primeiro trimestre de 2021.

O DA50 RG é um monomotor de asa baixa e alta performance, com capacidade para até cinco ocupantes, que alia aerodinâmica avançada com bom espaço interno. A Diamond se notabilizou por seus projetos voltados para a aviação geral, com modelos disruptivos, utilizando, por exemplo, de série motores ciclo-diesel, que permitem abastecimento com querosene de aviação ou óleo diesel.

O DA50 RG conta com flaps de fenda dupla que permite um comportamento superior em baixa velocidade, assim como asas que o tornam estável em voo de cruzeiro em alta velocidade. Outra característica do modelo é o compartimento de bagagem traseiro, um dos maiores da categoria. O fabricante austríaco espera obter uma parcela significativa do mercado de monomotores leves, voltados especialmente para usuários que necessitam de uma aeronave com boa capacidade e adequada para voar em etapas curtas e em aeroportos com pouco ou nenhum suporte em terra.

O monomotor é o mais novo do tipo com trem de pouso retrátil, oferecendo uma opção pouco usual na aviação geral atual. Visando melhorar a performance em voo, sem penalizar a capacidade de carga do avião, pelo maior peso do sistema de trem de pouso, a Diamond optou pelo uso maciço de materiais compostos, permitindo maior resistência e menor peso estrutural.

O DA50 RG recebeu a suíte de aviônicos Garmin 1000 NXi e piloto automático GFC700 de 3 eixos. O modelo é equipado com um motor Continental CD-300, de 6 cilindros, que oferece 300 HP e e equipado com sistema FADEC duplo redundante (controle digital de motor totalmente autorizado). Abastecido com querosene de aviação o consumo, segundo o fabricante, é na ordem de 34,1 litros por hora de voo.

  • Receba as notícias de AERO diretamente no Telegram clicando aqui

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 14 de Setembro de 2020 às 17:00


Notícias notícia de aviação aeronave avião monomotor Diamond Aircraft DA50 RG Fadec ciclo-diesel Continental aerodiâmica