Muçulmanas no comando

Cockpit muçulmano na Royal Brunei Airlines

Boeing 787 pousou na radical Arábia Saudita, pilotado por mulheres


As tripulantes muçulmanas (da esquerda para a direita) comandante Sharifah Czarena e primeiras-oficiais senior Dk.Nashian e Sariah Nordin tansportaram 300 passageiros para Jeddah, Arábia Saudita, país que, paradoxalmente, mulheres sequer são permitidas de dirigir um carro de passeio.

A Royal Brunei Airlines é a companhia aérea de bandeira de Brunei Darussalam e é propriedade do governo de Brunei. Seu hub é no Aeroporto Internacional de Brunei, em Berakas, próximo a Bandar Seri Begawan, a capital de Brunei.

Fundada em 1974 com uma frota inicial de dois Boeing 737-200, servindo Singapura, Hong Kong, Kota Kinabalu e Kuching, a Royal Brunei Airlines opera agora com uma frota de 10 aeronaves, sendo seis Airbus A320 e quatro Boeing 787-800, voando para 16 destinos no Sudeste Asdiático, Oriente Médio e Austrália. 

Ernesto Klotzel

Publicado em 13 de Fevereiro de 2017 às 12:44


Notícias Boeing 787 Airbus A320 Royal Brunel Airlines Brunei