Dispensados

Bombardier deve demitir 7,5 mil funcionários

Baixas vendas do programa CSeries motiva redução da força de trabalho em 10%


A canadense Bombardier anunciou que deve demitir cerca de 10% de seu pessoal por causa do fraco movimento de vendas do programa CSeries. A reestruturação extinguirá 7.500 postos, dos quais aproximadamente 2 mil deverão ocorrer dentro do Canadá. Descritas pela empresa como “ações de otimização e especialização”, as dispensas devem ocorrer ao longo dos dois próximos anos, afetando principalmente os escalões administrativos e de atividades não produtivas.

Em contrapartida, a Bombardier pretende contratar mais técnicos e engenheiros para reforçar o programa de produção de seus aeronaves CSeries e Global 7000. Quando concluída, a reestruturação deverá representar uma economia anual estimada em US$ 300 milhões. A fim de dar impulso às vendas, a canadense ofereceu descontos extraordinários para a Delta Air Lines na compra de 75 CSeries; mas ainda necessita de novas encomendas a preços reais para que o projeto não seja conhecido como “aquele que custou 7 mil empregos”.

Ernesto Klotzel

Publicado em 25 de Outubro de 2016 às 11:18


Notícias Bombardier CSeries Global 7000