Aviação Comercial

Boeing 737 MAX 8 entra na linha de montagem

Primeiro exemplar teve fuselagem e asas unidas e será concluído em dezembro


A Boeing iniciou a montagem do primeiro 737 MAX 8 em sua unidade de Renton, Washington. O modelo é o primeiro da nova família do consagrado 737.

A montagem se iniciou após a chegada da primeira fuselagem fornecida pela Spirit Aerosystems, em 21 de agosto. Desde então, os mecânicos começaram a instalação dos sistemas de voo e das mantas de isolamento. A seguir, os mecânicos uniram as asas à fuselagem da aeronave.

As asas trazem uma nova tecnologia de winglets desenvolvida pela Boeing. Projetados exclusivamente para o 737 MAX, a expectativa é que eles proporcionarão às empresas aéreas um ganho de eficiência energética de até 1,8% em relação aos winglets atuais.

“Continuamos em dia com o cronograma do programa 737 MAX”, diz Keith Leverkuhn, vice-presidente e diretor geral do programa 737 MAX da Boeing Aviação Comercial. “Ainda temos muito trabalho pela frente, mas estamos muitos satisfeitos com o progresso até agora”.

A Boeing construirá os primeiros 737 MAX exclusivamente na nova linha de produção da planta em Renton. Após os mecânicos testarem e aprovarem os processos de produção, a linha de montagem do MAX será ampliada para mais duas.

"A abertura de uma nova linha de produção em Renton aumenta nossa flexibilidade e capacidade”, diz Scott Campbell, vice-presidente e diretor geral do programa 737 e líder da planta de Renton da Boeing Aviação Comercial.

A Boeing mantém a previsão de finalizar a primeira unidade do 737 MAX até o fim deste ano, com o primeiro voo programado para o início de 2016. A entrega inicial, para à Southwest Airlines, deverá ocorrer no terceiro trimestre de 2017.

No total, a família 737 MAX já recebeu 2.869 encomendas, de 58 clientes do mundo todo.

Da redação

Publicado em 16 de Setembro de 2015 às 16:00


Notícias Boeing 737 MAX