Aviões elétricos podem ser futuro da instrução aeronáutica

Modelos como o Alpha Electro passam a ser utilizados por escola de aviação


Aviões elétricos começam a fazer sua estreia no mercado de treinamento de pilotos. O Pipistrel se tornou um dos primeiros a ingressar nesse potencial mercado. Segundo Rand Vollmer, um dos distribuidores da Pipistrel USA, em julho o fabricante vendeu seis Alpha Electro, um monomotor de treinamento elétrico, a uma escola na Califórnia.

Além de uma autonomia ideal para instrução aérea, o intervalo entre voos é de apenas 45 minutos, tempo suficiente para recarregar as baterias. O preço básico da aeronave também é um atrativo para escolas, custando aproximadamente US$ 136.000, incluindo a bateria para aproximadamente 500 ciclos.

O Pipistrel se encontra em plena produção, e recentemente uma nova fábrica foi inaugurada no norte da Itália. O intervalo entre a encomenda e a entrega é estimada em cinco a seis meses.

A Pipistrel informa que o Alpha Electro é otimizado para operações no tráfego dos aeroportos, com 13% da energia sendo recuperada em cada aproximação, aumentando a autonomia e permitindo pousos curtos.

Por Ernesto Klotzel

Publicado em 5 de Setembro de 2017 às 08:15


Notícias Pipistrel