Conquistando a América

Airbus amplia contratos para o A220 nos Estados Unidos com pedido da jetBlue e Moxy

Expectativa é iniciar a produção da família A220 na unidade do Alabama no próximo ano


A Airbus confirmou que passará a produzir o novo A220 em sua unidade do Alabama, nos Estados Unidos. O objetivo é atender à crescente demanda do modelo no país, que deverá se confirmar como o principal mercado para os novos jatos regionais.

A jetBlue assinou um contrato firme para 60 aeronaves A220-300, o que ocorreu dias após o empresário David Neeleman, formalizar também um contrato para 60 aeronaves do mesmo tipo, que serão empregadas por sua nova empresa aérea, por ora, conhecida como Moxy.

O empresário, que também é fundador da jetBlue e da Azul, afirmou durante o Fanrborough Air Show, em 2018, que o A220 era a melhor opção para sua nova empreitada. O objetivo é aliar a maior capacidade de transporte da família A220, que possui configuração 3+2, com seu alcance de até 3.200 nm (5.000 km) e seu custo operacional, que pode ser até 20% inferior aos modelos de geração anterior.

A produção do A220 na planta da Airbus em Mobile, no Alabama, era esperada pelo mercado, visto que pode evitar qualquer sobretaxa da Casa Branca, que iniciou uma campanha para retomar a produção de bens nos Estados Unidos.

A expectativa é que a nova instalação, dedicada a montagem do A220, comece ainda este mês, em anexo aos hangares utilizados para montagem da família A320.

A Delta Air Lines foi o cliente lançador do A220 nos Estados Unidos, devendo iniciar as operações com o novo jato nas próxima semanas.

Por Edmundo Ubiratan

Publicado em 4 de Janeiro de 2019 às 14:00


Notícias Airbus A220 A320 jetBlue Moxy David Neelaman